Uma viagem na linha do tempo por 15 anos...

Atualizado: Jul 11


As equipes interdisciplinares da Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA) realizaram na tarde de 8 de julho, quinta-feira, uma reunião para comemorar o caminhar dos 15 anos de ensino, pesquisa e extensão pela Amazônia Legal. A Comissão nasceu com a publicação da Portaria nº 1830, em 5 de junho de 2006, e a viagem na linha do tempo foi transmitida pelo canal do Youtube, do Facebook da Comissão e da plataforma do Google Meet. Neste período foram desenvolvidos mais de 12 projetos de extensão que estimularam a produção de metodologia de trabalho e desenvolvimento tecnológico, por meio da inovação e interdisciplinaridade no trato do tema regularização da regularização, envolvendo inúmeras instituições parceiras, de âmbito federal, estadual e municipal.

Este caminhar possibilitou o exercício entre teoria e prática em benefício a 45 comunidades com aproximadamente 50 mil imóveis, além das ações nos campos da pesquisa, ensino, arte, cultura, música, fotografia e poesia. A apresentação da linha do tempo foi realizada por Myrian Cardoso, coordenadora do Programa Rede Amazônia, que mostrou a evolução de projetos. Foram resgatadas as histórias da equipe pioneira da CRF-UFPA, em 2006, e dos projetos do Tucunduba, em Belém; Cabelo Seco, em Marabá; Barcarena; em Barcarena; Moradia Cidadã, na região do Nordeste paraense; Serra do Navio, no Estado do Amapá, Meu Endereço, na Região Metropolitana de Belém (RMB), e o Programa Morar, Viver e Preservar a Amazônia (Rede Amazônia) nos nove estados da Amazônia Legal, desde 2019.

Além deste resgate, foi sinalizada a construção do Projeto de Pesquisa e Extensão envolvendo a Inovação Territorial na Comunidade Quilombola Igarapé Preto, em Oeiras do Pará, para Jovens e Adultos: Empreendedorismo, Hospitalidade, Construção Civil, Segurança Pública e Segurança Jurídica na Questão Fundiária, que será coordenado por Renato das Neves e Kelly Alvino, integrantes da CRF-UFPA. “Essa linha do tempo foi pensada para ser um espaço de confraternização e de reconstrução dos 15 anos e o sinalizar do caminhar para colocar em prática os desafios para os próximos 15 anos”, sinalizou Myrian.

Logo após a exibição dos projetos, Nonato Lisboa, da Diretoria de Almoxarifado e Patrimônio (DAP), destacou a criação Coordenadoria de Patrimônio e Imóvel (CPI), que compõe a estrutura da Diretoria e foi estabelecida pela Resolução 809, de 16 de dezembro de 2019. A coordenadoria tem a função de promover a gestão fundiária, tributária, financeira, contábil e jurídica do patrimônio imóvel, além de prestar conta e realizar os procedimentos referentes à regularização fundiária dos imóveis da UFPA. “A CPI realizará estas atividades públicas em parceria com as equipes multidisciplinares da CRF-UFPA”, enfatizou Nonato.

Encerrando a linha do tempo, foram relatadas diversas experiências, lembranças e desafios dos integrantes da CRF-UFPA. Mayara Moura e Vanessa Barra classificaram o trabalho como uma fonte de aprendizado e de conhecimento transversal com as áreas da engenharia, arquitetura, geoprocessamento e os mais saberes inseridos no campo da regularização fundiária urbana. Vanessa Barra disse que “a Comissão não é simplesmente o seu trabalho, ela é a sua família”, enfatizou emocionada.

Por sua vez, Renato Neves, pesquisador e vice-coordenador do Programa Rede Amazônia, destacou as suas vivências integradoras dentro da CRF-UFPA, além de abordar a importância da utilização da fotografia como um recurso pedagógico para o desenvolvimento da capacidade de reflexão sobre a ética e a responsabilidade social na formação dos discentes da engenheira civil pelas peculiaridades habitacionais, sanitárias, econômicas, urbanísticas e sociais das cidades amazônicas e dos centros urbanos brasileiros. Neste clima de recordação e a expectativa da continuidade para as comemorações dos 15 anos, foi finalizada a viagem pela linha do tempo.


Texto: Leandra Souza e Kid Reis - Ascom CRF-UFPA

Fotos: Kid Reis e Renato das Neves


4 visualizações0 comentário