Nova disciplina da especialização debaterá políticas públicas e ação coletiva


Entre 14 e 22 de maio, o professor Durbens Martins Nascimento, coordenador do Curso de Pós-graduação Lato Sensu Tecnologias Aplicadas à Regularização Fundiária e Prevenção de Conflitos Socioambientais, Habitacionais e Sanitários: Rede Amazônia ministrará a disciplina Políticas Públicas e Ação Coletiva com carga horária de 36 horas teóricas para os 40 futuros especialistas do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará (NAEA-UFPA).

Na ementa do curso, o professor debaterá com os discentes a conceituação de política pública e de ação coletiva em diferentes perspectivas analíticas. Será debatida a compreensão da política pública e do ciclo das políticas. Outro tema a ser abordado são os fundamentos da teoria da ação coletiva na abordagem crítica e na neoinstitucionalista da escolha racional. Serão discutidas, também, a evolução e a formulação das políticas públicas no Brasil.

Segundo ele, a disciplina será uma oportunidade para dialogar com os futuros especialistas as perspectivas teóricas diferentes sobre ação coletiva, movimentos sociais e os processos relativos às políticas públicas. “Com a turma pretendo mostrar a importância de explicar os processos que incentivam e os interesses contrários aos instrumentos da regularização, particularmente abordando casos específicos. Ao identificar uma norma como instrumento de ação para a regularização é preciso descortinar os diversos e contraditórios interesses que cercam a produção e execução das políticas”, assinala Durbens.


Texto: Kid Reis – Ascom CRF-UFPA

8 visualizações0 comentário