A economia de Boa Vista tem forte influência na pluralidade comercial e o setor de serviços. Destacam-se, ainda, as indústrias de produção de sabão, arroz e refrigerantes, localizadas no Distrito Industrial. A pecuária também faz parte da história local, assim como o peso do Porto do Cimento para receber diversas mercadorias oriundos de outras regiões, assim como referenciar a vida e os sentimentos da sociedade, conforme dados publicados pela Folha de Boa Vista. O ecoturismo tem força no interior do Estado, além dos espaços contemplativos na orla.

 

A renda percapita é de R$ 786,55 e 13,61% dos moradores são extremamente pobres, 0,58% de pobres. 32,27% estão vulneráveis à pobreza e 24,93% das pessoas de 18 anos ou mais não tem o ensino fundamental completo e a ocupação é informal. A densidade demográfica é de 49,99 hab/km ². A população urbana alcança 277.799 mil habitantes e a rural 6.514 pessoas.  O Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) é de 0,752 e quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano local.  As manifestações culturais em Boa Vista são predominantemente indígenas e nordestina.

 

A estrutura etária dos moradores, segundo IBGE/2010, aponta que 66,88% da população está com idade entre 15 e 64 anos. 29,9% têm menos de 15 anos e 3,3% estão acima de 65 anos ou mais. 49,68% dos moradores dependem da população economicamente ativa e a taxa de envelhecimento é de 3,29 % e revela a relação existente entre o número de idosos e a população jovem.

 

A taxa de escolarização de 6 a 14 anos de idade alcança 96,6% dos alunos, segundo IBGE/2010. Em 2018, 56.346 alunos estavam matriculados no ensino fundamental e 14.735 no ensino médio. A mortalidade infantil atingia 11,93 óbitos por mil nascidos vivos, conforme dados do IBGE,2017. A cada mil habitantes um é internado com diarreia, de acordo com o Instituto.  Pelos dados do IBGE de 2019, o Sistema Único de Saúde (SUS) possui 71 estabelecimentos de atendimento à população.

 

Boa Vista apresenta 54.1% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 47.5% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 4.3% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).

 

Análise urbanística local revela que 98,70% da população possuem água encanada, 99,29% têm energia elétrica e 97,76% são atendidos por coleta de lixo. 37% do esgotamento sanitário é feito em fossa séptica, 42% em fossa rudimentar e 1% em vala. 19% são atendidos pela Rede Geral de esgoto ou pluvial, conforme dados da InfoSanBa (2010), uma ferramenta tecnológica colaborativa para estudos sobre a realidade do saneamento municipal no Brasil.

 

Boa vista possui plano diretor e o seu ordenamento urbano organizado de forma radial, a partir dos anos de em 1944, além das influências de cidades européias, em especial as ruas e avenidas de Paris. Existe, também, legislação de parcelamento do uso do solo e Lei Municipal de Regularização Fundiária. A prefeitura está localizada Palácio 9 de julho, Rua General Penha Brasil, 1.011.  Visite o website da prefeitura clicando no ícone abaixo:

©2020 por Projeto Rede Amazônia.